« Página principal | História e modernidade » | Primeira obra da Porto Vivo, SRU em fase de conclu... » | Governo avança com Informação Predial Única » | Chuvas afastam cenários mais pessimistas de seca e... » | Chernobyl: A poisonous legacy » | EXPONOR com quatro sectores em balanço, de 18 a 20... » | Barragens são risco para estuários » | Fafe: Junta propõe central para transformar lixo e... » | Viana do Castelo: Elevador a funcionar em Maio apó... » | Área Metropolitana do Porto: Dezenas de investimen... » 

28 março 2006 

China lança roupa ecológica de milho e bambu

Investigadores chineses conseguiram desenvolver uma nova tecnologia para confeccionar roupa «ecológica» através de uma mistura de fibra de milho e de bambu, informou a agência noticiosa estatal Xinhua. Este material permite tecer peças de vestuário “cómodas e suaves que não se amarrotam com facilidade”, explicou Liu Junhong, presidente da empresa que desenvolveu a técnica, sedeada na província oriental de Jiangsu. A empresa prevê converter quatro mil toneladas de milho em fibra este ano e lançar uma campanha de publicidade para promover estas peças, acrescentou. Há cerca de dez anos, cientistas americanos conseguiram produzir uma fibra de milho, chamada polilactida, um material amplamente difundido no mercado americano e cuja introdução na Europa se verificou recentemente. Face a outras matérias como o poliéster ou o nylon, esta fibra tinge-se com facilidade, é pouco inflamável e apresenta uma grande resistência aos raios ultravioletas e às repetidas lavagens.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=c74d97b01eae257e44aa9d5bade97baf&subsec=&id=3945c2619a6a3cb998c282d13665f1cc

Acerca da Cimeira

  • CIMEIRA do AMBIENTE, SEGURANÇA e QUALIDADE
  • 18-20 de Maio de 2006
  • EXPONOR - Feira Internacional do Porto
Powered by Blogger
e Blogger Templates