« Página principal | Feira de Produtos e Serviços da Qualidade » | Aumentar ciclovias e zonas pedonais » | Incêndios florestais ainda por prevenir » | The Earth is about to catch a morbid fever that ma... » | Governo Aposta na Promoção da Educação Ambiental » | Portugal em 11º entre 133 países em performance am... » | Galheteiros descartáveis "são retrocesso ambiental... » | Portugal deverá falhar meta europeia de reciclagem... » | Municípios devem passar a ficar com parcela do IRS... » | Sweden aims to be world's first oil-free country » 

10 março 2006 

Grande Porto previne fogos

Aplicação do projecto «Metrópoles Seguras»

O Grande Porto quer ser a primeira região do País a aplicar o projecto «Metrópoles Seguras», recentemente apresentado pelo ministro da Administração Interna, António Costa. Uma das prioridades é conseguir prevenir os fogos florestais.

A Grande Área Metropolitana do Porto (GAMP) disponibilizou-se para ser a primeira zona do país a aplicar o projecto "Metrópoles seguras", anunciou o vereador da Câmara Municipal do Porto Sampaio Pimentel. O autarca, que na Câmara do Porto tem a responsabilidade do Pelouro da Protecção Civil, falava à agência Lusa após a segunda reunião do Conselho de Vereadores da Protecção Civil da GAMP, a que presidiu. Para o desenvolvimento do projecto, os 14 municípios do Grande Porto vão celebrar um protocolo com o Governo, disse Sampaio Pimentel.

O projecto "Metrópoles seguras", que visa melhorar a segurança em zonas críticas com recurso às novas tecnologias de informação, foi apresentado a 17 de Fevereiro, precisamente no Porto, pelo ministro da Administração Interna, António Costa, estando já a ser desenvolvido com o Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC).

Ainda este mês, em dia a determinar, os vereadores da Protecção Civil da GAMP vão reunir-se extraordinariamente para discutir um plano para fogos florestais. "É fundamental que haja uma política metropolitana para esta área, de forma a garantir que não haja duplicação de equipamentos em concelhos da GAMP, evitando assim que sejam desbaratados recursos escassos", disse Sampaio Pimentel.

7 de Abril - Nova reunião
Em 7 de Abril, os autarcas voltam a reunir-se no sentido de formalizar uma proposta, a submeter à Junta Metropolitana, para elaboração de um plano metropolitano de protecção civil. Para apoiar a elaboração desse plano, os 14 municípios apresentaram levantamentos dos meios e das carências.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=370657d0f40a957f640991858d0be047

Acerca da Cimeira

  • CIMEIRA do AMBIENTE, SEGURANÇA e QUALIDADE
  • 18-20 de Maio de 2006
  • EXPONOR - Feira Internacional do Porto
Powered by Blogger
e Blogger Templates